Clipping – JM Online – Crea vistoria cédulas de crédito rural nos cartórios

Crédito Rural

Os municípios fiscalizados foram selecionados a partir de solicitações de profissionais e empresas no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) realiza, a partir desta segunda-feira, fiscalização no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Cerca de 30 cidades receberão a visita de fiscais do Crea, que irão vistoriar cédulas de crédito rural registradas nos cartórios dessas regiões.

A Fiscalização Regional Dirigida (FRD), especializada em agronegócio, contará com dez fiscais que percorrerão todos os cartórios da região, para conferir as cédulas de crédito rural e verificar se existe responsável técnico pelos projetos na área de agronomia. Lembrando que, para solicitar crédito ao banco, os produtores precisam apresentar um projeto e este deve ser feito por um responsável técnico em agronomia.

“Esse projeto precisa ser feito por um profissional, pois é uma situação de risco, uma vez que envolve diversas questões, como meio ambiente e uso de agrotóxico, que precisam do aval de um responsável técnico para ter o uso mais produtivo e consciente dos recursos naturais. Infelizmente, ainda existem muitos que cometem infrações nesse sentido”, explica o supervisor da região do Triângulo Mineiro do Crea-Minas, Rodrigo Borges.

Os municípios que serão fiscalizados esta semana foram selecionados a partir de solicitações de diversos profissionais e empresas dessas regiões. Se for encontrada irregularidade, Borges explica que será lavrado um auto de infração, com multa que pode variar de R$2 mil a R$7 mil, dependendo da situação, mas é possível recorrer. “Contudo, o nosso fim sempre foi a regularidade e orientar aqueles que estão irregulares sobre o que devem fazer, e não gerar o auto de infração”, destaca o supervisor.

Rodrigo Borges lembra, ainda, que no início do mês, de 3 a 5 de setembro, o Crea realizou eventos em Uberaba, Uberlândia e Patos de Minas, que contaram com a presença de representantes de instituições financeiras e cartórios, produtores rurais, profissionais e empresas que atuam na área de crédito rural, para tirar dúvidas e esclarecer sobre a fiscalização.

Fonte: JM Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *