Prêmio de Qualidade Total da Anoreg/BR premia 15 cartórios mineiros

Bloggif 5bf857a795339

14º edição do PQTA bateu recorde no número de inscritos e premiados

São Paulo (SP) – No último dia 14 de novembro, 15 cartórios mineiros foram premiados durante a 14ª edição do Prêmio de Qualidade Total da Anoreg/BR (PQTA). A cerimônia, promovida pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR) durante o XX Congresso Brasileiro de Direito Notarial e de Registro, no estado de São Paulo, avaliou a excelência e a qualidade na gestão organizacional de serviços notariais e registrais de todo o País.

Entre os premiados, cinco venceram a categoria, Diamante, cinco a categoria Ouro e outros cinco na categoria Prata. Nacionalmente, foram 201 cartórios inscritos e 181 premiados.

Os cartórios premiados no Estado foram:

– 1º Ofício de Registro de Imóveis de Belo Horizonte – Diamante

– Cartório de Registro de Imóveis de Pitangui – Diamante

– 2º Ofício de Registro de Imóveis de Governador Valadares – Diamante

– 2º Tabelionato de Notas de Belo Horizonte – Diamante

– Tabelionato de Protestos de Títulos de Contagem – Diamante

– 1º Ofício de Registro de Imóveis de Barbacena – Ouro

– Cartório de Registro de Imóveis de Curvelo – Ouro

– Cartório de Registro de Imóveis de Mateus Leme – Ouro

– Cartório de Registro de Imóveis de Tarumirim – Ouro

– Tabelionato de Protestos de Títulos de Pedro Leopoldo – Ouro

– Cartório de Registro de Imóveis de Mariana – Prata

– Cartório de Registro de Imóveis de Alfenas – Prata

– Ofício do Registro Civil e Tabelionato de Ilicínea – Prata

– Serviço Notarial do 2º Ofício de Arcos – Prata

– Cartório de Registro Civil e Notas de Fervedouro – Prata

Para o tabelião João Carlos Nunes Júnior, do 2º Ofício de Notas de Belo Horizonte, premiado na categoria Diamante, “a gestão da qualidade” em uma serventia notarial tem como foco a “melhoria dos serviços com vistas a garantir a completa satisfação das expectativas e necessidades dos clientes e usuários” do serviço.

Há cinco anos seguidos sendo premiado nessa categoria, Nunes Júnior destacou ainda que a “participação no PQTA é de muita importância, pois congrega o foco de toda a equipe de funcionários do cartório em prestar o melhor atendimento aos nossos clientes”.

“O PQTA é o reconhecimento público de que todo o esforço empreendido na gestão da qualidade ao longo do ano surtiu os efeitos esperados”, comentou o tabelião.

Outro vencedor da categoria Diamante, Rafael Augusto da Silva Monty, titular do Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Pitangui, destacou que a serventia se preparou para conseguir obter a pontuação máxima no PQTA.

“Nos preparamos por aproximadamente dois anos para participarmos do PQTA 2018. Receber o prêmio Diamante na primeira participação foi imensamente gratificante, principalmente, ao ver todo nosso trabalho sendo reconhecido por diversos requisitos de qualidade. Foi a certeza de que estamos no caminho certo em busca da qualidade total dos serviços extrajudiciais”, destacou.

A titular do Ofício do 2º Registro de Imóveis da Comarca de Governador Valadares, Jacinta de Lourdes de Faria Costa, destacou que há dois anos participa da premiação e em ambas conseguiu conquistar a premiação Diamante.

“A importância desse prêmio para o cartório é o reconhecimento de um trabalho incessante há anos, em busca de qualidade e melhoria contínua para os usuários do serviço (cidadãos, poderes públicos, empresas e sociedade civil organizada). Saber que estamos no caminho certo é um estímulo. Sabemos que ainda há muito por fazer, o que nos motiva a continuar firmes com a gestão da qualidade”, afirmou a titular.

Desde 2009 participando da premiação, o registrador do 1º Ofício de Registro de Imóveis da Comarca de Belo Horizonte, Fernando Pereira do Nascimento, destacou sua trajetória no PQTA. “Durante este período fomos certificados com quatro Ouros, seis Diamantes e ainda um Master em 2016, por quatro Diamantes consecutivos. As dez avaliações pelas quais passamos foram muito importantes para a nossa evolução durante este período, no qual o PQTA também evoluiu trazendo novos requisitos de qualidade”, disse.

Para Nancy Malta, do Tabelionato de Protestos de Contagem, também vencedora nessa categoria “o PQTA revela o comprometimento da serventia com o bom atendimento e a eficiência”.

“O PQTA Diamante é importante por externalizar a nossos clientes o compromisso de prestar um serviço notarial com excelência”, ressaltou.

Já para o vencedor na categoria Ouro, Rafael Del-Fraro Rabêlo, do 1º Ofício de Registro de Imóveis de Barbacena, “este prêmio significa que o Cartório está utilizando de boas práticas de gestão da qualidade, voltadas para o cumprimento de objetivos bem estabelecidos que, resumidamente, significam a busca pela satisfação dos usuários, colaboradores e por melhores resultados organizacionais”, finalizou.

Vencedora na categoria Ouro, Claudia Bastos Amaral, titular do Serviço Registral da Comarca de Mateus Leme, destacou que continuará se aperfeiçoando mesmo com a premiação.

“É extremamente importante para a serventia o Prêmio do PQTA na categoria Ouro. Nos motiva a continuar seguindo firme na melhoria da prestação de serviços à população, com mais eficiência e participação em ações sociais, socioambientais e uma equipe mais unida em busca da qualidade dos serviços”, disse Amaral.

Para Karyne Oliveira Nascimento, titular do Tabelionato de Protesto de Títulos de Pedro Leopoldo, que venceu na categoria Ouro, a importância do reconhecimento significa muito por todo o esforço feito pela equipe do cartório.

“A busca pelo profissionalismo da gestão foi fundamental para que muitas mudanças positivas ocorressem. E hoje também conseguimos ver tantas outras por realizar. As mudanças iniciaram através de nós mesmos, e se expandiram para a equipe, para os fornecedores e usuários. Fez-nos sair da nossa zona de conforto, e nos presenteou com muito crescimento pessoal e profissional”, ressaltou.

De acordo com a tabeliã, esse aperfeiçoamento “fez-nos ter um olhar ainda mais humano, e reconhecer melhor a necessidade de cuidado que todos trazemos conosco. Fez-nos perceber que a produtividade está intrinsecamente relacionada ao sentimento e orgulho de fazer parte. Se temos que ser a mudança que queremos para o mundo, acredito que essa mudança se inicia com um trabalho de gestão de qualidade que, com certeza, muda tudo, mas principalmente, nosso senso de responsabilidade para com o outro”.

Já para a titular do Ofício do Registro Civil e Notas de Fervedouro, Fernanda Dias Mendes, premiada na categoria Prata, a conquista desta premiação representa o esforço do cartório em se modernizar cada vez mais, atingindo o mais alto patamar na prestação deste serviço que é essencial para a garantia da cidadania, da segurança jurídica dos negócios pessoais e patrimoniais dos cidadãos.

“Nosso objetivo principal foi aprender como melhorar ainda mais a prestação do nosso serviço, e, acabamos recebendo o prêmio Prata já na primeira participação. Nossa meta é ganharmos o Ouro em 2019. Espero que em 2019 mais cartórios participem e se envolvam com a melhora na qualidade do atendimento”, concluiu a responsável pelo Serviço Notarial e de Registros de Fervedouro-MG.

Outro ganhador na categoria Prata foi o Cartório Registro Civil e Notas de Ilicínea, no interior do Estado. A oficial e tabeliã Ethel Passos Silva Faustino, e seu substituto José Marcelo Sousa, explicaram a satisfação em fazer parte dessa premiação.

“Foi com muita satisfação que recebemos este prêmio, pois, estamos no interior onde parece vivermos fora do mundo atual. Mas após essa premiação nos sentimos renovados, com espírito novo de lutar para que cada vez mais o povo desta cidade tenha um serviço cada vez mais produtivo, célere – e sem perder o seu caráter de responsável, seguro e correto”, frisou Sousa.

Sobre o PQTA

Em sua 14º edição, o PQTA 2018 bateu recordes em seus números: 201 cartórios se inscreveram e 181 foram premiados por todo o Brasil. Participaram 25 estados brasileiros, sendo São Paulo o recordista de unidades premiadas, com 36 unidades. Ao todo, 77 cartórios foram premiados na categoria Diamante, 45 na categoria Ouro, 40 na categoria Prata, 14 na Bronze e quatro receberam menção honrosa.

Além disso, o PQTA 2018 contou com o apoio oficial da Corregedoria Nacional de Justiça e de Corregedorias Estaduais de todo o País.

A auditoria das serventias participantes foi realizada pela APCER Brasil e foram avaliados 10 critérios: Estratégia; Gestão Operacional; Gestão de Pessoas; Instalações; Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho; Gestão Socioambiental; Gestão da Informatização e Controle de Dados; Gestão da Inovação e Compliance. Cada critério gerou uma pontuação específica, sendo que as somas classificaram os vencedores nas categorias Diamante, Ouro, Prata e Bronze.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *