CNB-CF participa de debate sobre aplicação do Blockchain no setor imobiliário

  • Sem categoria

O Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB-CF) participou, nesta quarta-feira (12.07), de um Meet Up promovido pela Internet Blockchain Registration Association (Ibrea), que tem o objetivo de trazer debates sobre a aplicação do Blockchain no setor imobiliário. A reunião realizada no Google Campus, em São Paulo, está em sua segunda edição e, de acordo com o organizador, Julio Viana, os encontros têm sido muito positivos.

Para debater sobre o tema, estiveram presentes o presidente do CNB-CF e 26º tabelião de Notas da Capital, Paulo Roberto Gaiger Ferreira, o advogado e professor de Direito Imobiliário, Marcelo Terra, o cientista computacional Edilson Osório e o executivo da Microsoft, especialista em Blockchain, Gustavo Toledo Paro.

Gaiger Ferreira falou sobre o modelo de comercialização imobiliária existente no Brasil e como tecnologias como o Blockchain podem contribuir para agilizar, facilitar e evitar retrabalhos nesse processo. “Nós temos custos duplicados e poderíamos buscar uma redução com a adoção de tecnologia”.

Embora os critérios de segurança, integridade, integração e agilidade da tecnologia tenham sido evidenciados, o presidente do CNB-CF acredita que ainda há alguns desafios a serem vencidos para a adoção da tecnologia, como a regulamentação e fiscalização e o lançamento de toda a base histórica dos Tabelionatos de Notas no Blockchain. “O Colégio e os tabeliães estão buscando conhecimento em eventos e leituras, consultando especialistas e procurando todos os fornecedores e desenvolvedores, fazendo planejamento de toda nossa ação e pensando na integração”.

Marcelo Terra reforçou a questão cultural do Direito Imobiliário e disse que as transformações que estão por vir, e vão acontecer mais cedo ou mais tarde, dependem de uma mudança dessa cultura, que refletirá em uma mudança legislativa. “É uma mudança cultural tremenda e de procedimentos. Temos que estar preparados para isso. É cultural confiar naquela informação que está na nuvem”.

O advogado acrescentou ainda, que independente das mudanças tecnológicas sobre a área do Direito Imobiliário, a importância da profissão do tabelião é perene. “O tabelião sempre terá uma função muito importante no nosso mundo cultural, que é a de atestar a declaração da vontade aliada a uma tecnologia. O que vai mudar é a formatação, mas na essência ele vai ser um tabelião tal como era o sucessor do tabelião há dois mil anos”.

Edilson Osório trouxe ao debate as várias aplicações da tecnologia e seu funcionamento, desde o surgimento como plataforma para habilitar a troca de moedas virtuais até as possibilidades de utilização como protocolo. Já Gustavo Paro falou sobre a experiência da Microsoft em relação ao Blockchain e à aplicabilidade da tecnologia nesse setor.

Ao final das apresentações, os palestrantes abriram espaço para perguntas da plateia, que teve cerca de uma hora para esclarecer dúvidas e trocar ideais com os especialistas. O próximo encontro está previsto para o final de outubro.

Fonte: Assessoria de Imprensa

DrWriting.com: Leading essay writing service